You are currently browsing the category archive for the ‘Futuro Livro’ category.

Du, rendeu…. One more page… 

Sou um louco realista,
De uma vida trilhada,
Em desafios e tempestades,
Que mudam um mundo,
E transformam a realidade,
 
Sou um louco descabido,
Em revolta com os dias,
Fingindo entender as noites,
Que nunca se acabam,
E tentam derrotar a esperança,
 
Sou um louco desvairado,
Fugindo da ilusão,
Que tenta esconder a tristeza,
Do frio que o destino traz,
E os tropeços que a vida faz…
 nova-obra
Anúncios

Não é que agora saiu uma nova página mesmo!! Ufa hein, Du, depois de insistir, salve o nosso livro!!

Na mesa de um bar,
O café a espera,
Pensamentos que vem,
De um momento que não se tem,
 
Ficamos sós,
O paladar e eu,
Um fim sem sentido,
Em um gosto interrompido,

Lembro do que não foi,
Um gole para aquecer,
O coração que só esfria,
 
E assim vai o tempo,
Com a ultima dose encerrando,
Mais uma noite terminando…

cafe-du.jpg

O que diríamos desse nosso amigo… Ativar!!!! Aí vai, e leia com I´m too sexy de acompanhante… rs…!!! E claro, teremos que colocar esse extra no livro!!!

Sou a ilusão,
Heróica das mulheres,

Passeio em sonhos,
De noites insanas,

Vagueio em dias,
De sol estridente,

Sou a salvação,
Heroína das divinas,
 
Trago solução,
Onde não tem explicação,
 
E curo a dor,
Onde sofre de amor.
 
Sou um Rei,
Herdeiro da imensidão,
 
Vivo sem fronteiras,
Em busca da imaginação,
 
Sempre aberto o coração,
Para a entrada da paixão,
 
Sou o herói do sentimento,
Para todos os momentos…

494953071_435a2bd8c8_m.jpg

Essa foi de passado, mas, assim, passado do passado, anos muitos, dias então, incontáveis, e a segunda obra de participação “especial” do livro que não sai, porque o Du esquece da sua parte, então contamos com a nossa colaboradora Andressa, vai aí, Mafaldinha, e passado da Janinha…

A visão do amor,
Livros que mexem,
Com um passado,
Que mesmo distante,
De tão forte foi,
Parece ontem…

Ainda corrói um por dentro,
Uma música que ainda marca,
Momentos sem sinal,
Dias de sol escuro,
E ilusão sem esperança,

Faz lembrar, pensar,
Torna o coração,
Uma criança,
Que não entende,
Tamanha desilusão,
E que até hoje,
Não tem explicação…

mafaldinha.jpg

Bom, acabaram-se os pecados!! E voltamos às obras, uma página extra, para Miss Andressa, uma vez que o desenhista companheiro, Sir Eduardo, do futuro livro que um dia saíra, anda esquecendo das nossas páginas, vamos colocando amigos….rs…que serão sempre muito bem vindos!!!

Sou sim, ainda Menina,
Em um mundo tão abastado
De discórdia e desilusão.
 
Meu coração ainda é uma criança,
Que sorri na imensidão,
E não entende tamanha corrupção.
 
Mexas largas no cabelo,
Faz mostrar a alegria,
Que não cabe no coração.
 
Quem sabe um dia eu entenda,
O meu espaço de sorriso,
Que não combina com meus dias.

E talvez o meu jeito,
Às vezes simples e outros compostos,
Deduzam a felicidade que não encontro…

2.jpg

Comecei do fim, troquei o meio…mas, My Dear Friend Du, mais uma das nossas páginas saiu……
 

Fechei a Janela,
Corri a cortina da dor,
E meu coração limpou,
O rastro que você marcou

Apaguei a luz,
Saí da sala,
E tranquei a porta da vida,
Que você quebrou.

Joguei no Lixo,
O que de magoa,
Você me deixou.

Inicio de um fim,
Do que nem mesmo,
Começou.

click.png

Eba Du!!! Mais uma página para nosso livro…a sua obra, e a minha!!! Ficou demais né…e ainda me ajudou com uma palavra na poesia…rs..!!! Essa também é sua amigo!!

Estou em um stress,
Lento e profundo,
Não acho sentido,
E nunca dou razão,
Sou um pássaro preso,
Longe da imensidão.
 
Estou em decadência,
Difícil e madura,
Não entendo ninguém,
E nunca acho sentido,
Sou uma fera pRendida,
Em um parque de diversão.

Estou em ebulição,
Sozinha e diferente,
Não encaixo ou difiro,
E nunca combino,
Sou uma peça distinta,
No meio de um quebra-cabeça.

Estou sem inspiração,
Quieta e apagada,
Não encontro motivo,
E nunca vejo sentido,
Sou um poeta perdido,
Nas ruas de escuridão.
jigsaw.png

Salve Du! Mais uma parte da nossa futura obra….rs…

Amigo,
Esse não se acha,
Simplesmente encaixa.
Por onde tem uma esperança,
Sempre tem um na lembrança,
 
Amigo,
Companheiro no silêncio,
Camarada nas risadas,
Uma mão nos obstáculos,
E uma luz no fim do túnel.
 
Amigo,
São poucos no caminho,
E mais alguns de passagem.
De pequena a palavra,
Tão grande o significado.

mao.jpg