Hoje estou cansada,

Da vida, dos dias,

Das pessoas,

Como elas também,

Devem estar cansadas,

De eu!

 

Não quero pensar,

Muito menos respirar,

Se tivesse como parar,

Um para no mundo,

Eu dava!

 

Aliás, queria mais,

A tecla voltar,

A um passado tão distante,

Aquele, que ainda,

Não tivesse vivido,

 

Quem sabe assim,

Encontraria serenidade,

E por ela a felicidade,

A sabedoria, e entenderia,

O que faço em um mundo,

Que nem o vento entende…

Anúncios