Toquem os pandeiros,
Retruque a salvação,
Eis aqui o povo Brasileiro!

Desnorteado da verdade,
Em ondas retumbantes,
De vergonha e desonestidade,

Onde mora a salvação?
Não sei, não vi, e não achei,
Nem sequer a solução!

Mas insisto,
Salve o povo Brasileiro,
Das ondas ou alagamento?

Qualquer um, pois tudo tem,
Ou os dois, que sempre tem,
E mais algum que também tem!

Povo simpático,
Como dizem os de longe, ou divisa,
Continuem mudando para cá!

Quem sabe o povo acorda,
Enxerga a realidade que existe,
E não apenas a que sonha,

Entenda a noticia, da política,
E não só a vitória do futebol,
Que a aposta pode vencer,

Mas, a vida na miséria,
Também poderá viver,
Senão a tempo nascer,

Para ver o que não quer,
Entender o que dúvida,
E despertar para a coragem,

De transformar o País,
Em Pátria Amada,
BRASIL!

Anúncios