Dor, silêncio e desconcerto,
Que mundo indiscreto,
Onde só impera o orgulho,

Quem sou eu discreto,
Escondido no deserto do amor,
Perdido no inquieto fervor,

Queria viver a ilusão,
Uma vida completa de paz,
E encontrar a verdade,

Escondo-me na noite,
Calado na desilusão,
Desamparado na emoção…

Anúncios