Forja realidade,
Amargor pelos dias,
Sobra a dor da saudade,
O âmago da melancolia,

Quais os passos dessa vida,
Descontinua e repentina,
Nada fica tudo termina,
Marca a ilusão da rotina,

Nem mais sei da esperança,
Ainda a repudia de vingança,
Fica apenas curtir o desamparo,
Dos caminhos desiludidos…

Anúncios