Sonhos rompem,
Perdem suas barreiras,
E se afundam na dor,

Invade a desilusão,
De saber que se acaba,
Sem nexo e contexto,

Um chamado amor,
Tão triste e sofrido,
Que terminou dolorido,

Pelo tempo perdido,
De tentar esperar,
O não resolvido,

Hoje afirmo,
Vivo só e desiludido,
Há beira do abismo,

De viver sem saber,
De sofrer e se perder,
De amar e morrer…

Anúncios