A inspiração em falência,
As tardes vazias dos dias,
O silêncio que irradia,
Os minutos que se acabam,

Não sei por aonde vou,
Nem mesmo, o que fazer,
Sei que só caminho,
Por um canto de ardor,

Ou talvez esteja enganada,
Tudo resolveu ser rápido,
E eu, esquecendo, devagar,

Assim explica os momentos,
Que decolam na velocidade,
Do vento que derruba a verdade…

Anúncios