Poeta sofredor,
Que se derrete,
Por qualquer amor,

Sofre calado,
Os instantes de saudade,
Que invade a vida,

Tem medo do futuro,
Que atrasa o passado,
E não vive o momento,

Oh! Sórdida solidão,
De amar demais,
E viver de ilusão!

Anúncios