O sorriso mostra, o que fala o coração,
Junto um sentimento que de tão grande,
Mal cabe no mundo que vive em situação,
Bate descontrolado, tornando momentos,
Eternos, e puros, da chama que incendeia,
O amor…

O amor que irradia, que vive que interpreta,
Que toma conta de tudo, e não se esconde,
Invade as fronteiras limitadas, toma posse,
Dos distraídos instantes calados, e se apodera,
Da vida que tenta ser vivida…

Às vezes tem o próximo que não sabe ser o Rei,
Mesmo com as feras soltas das jaulas,
Correndo por todos os cantos, como os ventos,
Sem destino, sem final, sem entrada e nem saída,
Apenas vai com a esperança que bata no alvo,
E nele sinta o cheiro das rosas vermelhas,
A força da leoa vivida, e o amor tão cristalino,
Como as águas nascentes…

Anúncios