Os sentimentos invadem a alma,

Tomando todo o espaço,

Da tão simples imaginação,

 

Ocupa tanto e tão forte,

Que impede a pobre de crescer,

E cultivar o que tanto gosta,

 

Faz de tudo um silêncio,

Mas, que de tão brando e macio,

Não impede o tempo de correr,

 

Então as palavras se perdem,

Não acham complementos,

E ficam no abrigo da emoção…

Anúncios