Um dia entenderei porque não entendem poesias… Escrevemos pela emoção, ela fala mais que a razão, e nos deixa perdido na imaginação, e o que saí, são contextos reais, que de tão transparentes fica difícil de ver…

 

E ainda dizia Zeca Baleiro:

“Eu bem que tento, tento

Tento entender

Mas a minha alma

Não quer nem saber

Só quer entrar em você..”

 

E continuando segui eu:

 

O amor transgride,

Escala o infinito,

E busca a perfeição,

 

Influencia minha´lma

Que se entrega no puro,

No físico compacto,

Onde preenche o que falta,

 

Faz o carnal se perder,

A libido escondido vencer,

E a emoção derreter…

 

Pelo instinto de vontade,

De um coração disparado,

Em busca da imortalidade,

Para que não morra o que nasce…

 


Anúncios