Culpa da música, do dia, da hora, da imaginação, do danado coração ser poeta…

 

Deixa eu te amar,

Incendiar a paixão,

Fazer a loucura reinar,

Os sonhos serem reais,

E a imaginação voar…

 

Posso sentir o seu calor,

Que mesmo se escondendo,

Entrega pelo sorriso magno,

Nos olhos claros brilhando,

E o coração disparando,

 

Esquece o rastro do medo,

Com tempo muda tudo,

Não perca a chance,

De transforma em alegria,

O presente nascendo…

 


Anúncios