“Desilusão, desilusão, danço eu, dança você, na…”
 
Dias longos, tardes frias,
Alvorecer entristecido,
Nada tem de concreto,
Cada instante absolvido,
Aguardando a esperança,
Doídas lembranças,
Acomodam-se no coração,

Solidão corroída,
Ouvindo os versos da saudade,
Lembrando o amor mal resolvido,
Incorporado na verdade,

Dizendo sim a tristeza,
Aumentando ainda mais,
O fim inacabado…
 

Anúncios