Si, si, uma cosa “portunhol”, comentando fatos que deixei passar…
 
Cuestionaram o que teneria hacer,
E eu interrompida pela ilusão,
No sabia se continuaba,
 
Ou então esquecia o amor,
Aquél tán desmerecido sentimento,
 
Sem sentido seguia,
Por puertas sin salida,
E esperanças esquecidas,
 
Ahora solamente me resta,
A dor de tentar esquecer o amar…
 

Anúncios