Tu que tanto já voou…
 
Será a esperança perdida,
Ou a realidade sofrida,
Que não explica a dor sentida?
 
O obsoleto dos dias,
Momentos saturados,
E tanta hipocrisia…
 
Seria então a misericórdia,
Que não encaixa a piedade,
Tão em falta hoje em dia!
 
Ou talvez, o acaso do destino,
Tropeçando no caminho,
E esquecendo do futuro…

Anúncios