Dessa, agora sim, essa é nossa, pelo seu post, saiu isso!!!
 
Hoje o que enxergamos da vida,
Mais uma existência que passamos,
Esse sustentáculo que nos opera,

Diante de tanto Caos,
Uma confusão de todos os elementos,
A grande desordem de cada dia…

O Medo do desamparo,
Junto ao receio que nos desgasta,
E a solidão que toma espaço. 

À Dor física, um tratamento,
O sofrimento moral um desgaste,
Da verdade que nos salva.

As Autoridades e suas manias,
Aquele tal poder de mandar,
Que causa o domínio do desespero.

Seríamos nós os Idiotas,
Diante de homens de espírito curto,
E de mente estúpida?

A Negligência na realidade,
A falta de cuidado com a verdade,
De desleixo com o ser humano…  

A Revolta impera por dentro,
Gera uma grande perturbação da moral,
E toma conta da indignação que nos penetra. 
 
Só resta a Morte, fria e triste,
O acabamento da ilusão de um futuro,
E o Fim de um ideal chamado esperança.

Anúncios