ADORO o Pedro…agora Nau foi o “ápice” da semana….

A dor por dois lados,

Uma sem fronteira, infinita,
Esperando os sentidos,
E outra limitada e desiludida.

Uma é a de amar em posse,
Quando se ama, mesmo que sofra,
Ou sonhe com a aventura,
Rompe barreiras em alegria,
 
E quem não esta amando,

Encontra limite no infinito,
Não tem a busca da ilusão,
Nem mesmo sonho de emoção.

O silêncio rompe a esperança,
Que se limita ao iniciar de cada dia,
Sem saber e nem esperar o fim,
Onde a lucidez impera na realidade.

“Em qual desses rios minha nau vai chegar…”

Anúncios