Ouvindo Sandra de Sá, “É cansei já não dá mais, Você pisou demais, Pra frente é que se anda, A vida leva e traz, A paz que eu quero ter, Tão longe de você, Eu sei que vai ser duro, Mas tenho que esquecer…JOGA FORA NO LIXO…”

Ah, a paixão calada,
Essa que cutuca o coração,
Toma espaço na imaginação,
E deixa a dor na solidão.

Como isso incomoda,
O inicio sem retorno,
Um silêncio em busca de um contorno,
De uma vida nem conhecida.

O que sobrou de um tal amor?
Ainda o incomodo de uma presença,
E a esperança machucada.

Triste fim da ilusão,
Desceu a ladeira do desejo,
Para o beco da desilusão…

Anúncios