“Tudo e todas as situações com que a vida se depara, sejam elas agradáveis ou não, o homem tem que se adaptar à grande lei da mudança, da renovação e continuar a crescer”

Tempestades e bonança,
Quem explica corações apertados
Que sofrem sem resposta
E não entendem o destino.
Quero o amanhã para o agora,
E um ontem que não existe.
Da esperança querem a realidade,
E da verdade o disfarce.
Nada se rompe,
Simplesmente esvazia,
Mas, como entender,
Tanto desatino?

Anúncios