Um refrão sarcástico que só será entendido pelo 6:01…. E ainda, estou Roberto… “Fecho os olhos para não ver passar o tempo…”, não sei como saiu essa…
 

As palavras já são tantas,
Que cortarei vírgulas, e pontos.
Como a vida no momento,
Sem sentido, nem razão.

Quem sou eu,
No meio da uma multidão,
Mais um ninguém,
De sofrimento e perseguição.

Duras, frias e rudes,
São essas minhas frases,
De pouco sentido,
E muito ardor.

Arde, porque mexe,
Machuca e faz pensar,
O que é verdade,
E o que nos resta da realidade.

Anúncios