É um caminho sem fim,
Uma mentira do infinito,
O distante profundo,
A melancolia do saber.

É criar um não sei o que,
De perder o rumo da saudade,
Esquecer o dia da alegria,
Saber perder o que venceu.
 
É sentir o que não conhece,
Idealizar o impossível,
Amar sem sofrer,
E sorrir para viver…

Anúncios