Não sei por que, ainda não entendi….digamos entro em “ebulição poética” ouvindo Lenine cantar “Hoje eu quero sair só”……

O amor cega
Um coração que cala,
E o silêncio impera,
Na dor que desperta.

Um resto da esperança,
De um mundo em silêncio,
A noite reclama,
E nada mais vejo.

Sobra a Lua,
Que ainda brilha no meu olhar,
E a saudade de você,
Perdido em algum lugar…

Anúncios