Isso é devido a realidade verdadeira, “mãe que mata filho, “ele dava muito trabalho”. Ladrões queimaram quatro reféns vivos, Oriente Médio matam os três filhos de um líder, e como ainda ousam dizer em “evolução”????
 
Para onde caminha esse mundo,
Coberto de indignação
Cospe o fogo da ironia,
E a morte até no filho,

Já não é mais realista,
Mas, um próprio sanatório,
Salve os loucos que são normais,
De uma vida em desatino.

O aprendizado agora é outro,
Matar, devorar e suicidar,
Não cabe mais o amar.
Pois é difícil de conjugar.

E a esperança então,
Já tão perdida na ilusão,
Não encontra espaço,
E muito menos um coração.
 
Triste caminho revolucionário,
Cheio de ódio e vingança,
Aqui onde dizem evolução,
É na verdade regressão…

Anúncios