– Álvares, escutava eu, um de Moraes também….tempos….
– Me lembrou, que é bom passar uma tarde em Itapoã….
– Uma delas, uma delas….
– Será que saí, os seus Deus que me dêem licença….
– Pode passar Mestre….
 
Tempo bom,
Aquele em que passávamos,
No mar, e na areia,
Esperando o dia acabar,
Hoje fico sentado a te esperar,
 
E no silêncio,
Torcendo para que não demore,
Pois as ondas podem baixar,
Mesmo sabendo,
Que a Lua vai chegar,
Não tenho você a me acompanhar,

Aperta aquela saudade,
À noite começando,
Vendo no Infinito,
As estrelas brilhando,
E no meu presente,
Você tão distante.


– O incógnito de Moraes….está bucólico???
– A Dona J. Lisa…..deve ser culpa sua……..
– Mas, não era bom a tarde em Itapoã?
– Bom, mas, acho que acabei ficando com Vinicius, não só com a tarde…..

Anúncios