A dor me consome,
E o silêncio impera,
Não tenho alegria,
Só a triste melancolia,

A esperança perdida,
E um beco sem saída,
Sendo essa rua da vida,
Cheia de buracos da ilusão.

Não encontro mais sentido,
A cada passo de um dia,
Só escondo a realidade,
De um desatino em verdade.

Só me resta o fim,
Que já não sei onde fica.
Preciso de coragem,
Tão perdida e em desvantagem.

Anúncios