Bom ouvindo, Balança zona Sul, seja pelo Simonal, ou moderna, por Gláucia Nasser, a música é sempre bela……”Balança tanto que já balançou meu coração”

O vento que anima,
E bate lento em meu peito,
Vou lembrando de um passado,
De um silêncio que me agrada,
O amor que não me acaba,

E por aí vou seguindo,
Sabe onde irei parar,
Não me importa mais o tempo,
Só as sandálias do momento.
Da Praça de Moraes,
Ao túnel de Jobim,

Balança o sonho da esperança,
No merecer da certeza,
E seguindo devagar em equilíbrio,
Ao apogeu da segurança.

Anúncios