Quanta confusão,
Até perdeu o espaço,
O amor…

Preciso falar do mesmo,
Mas, por onde será,
Que anda?

Perdido nas entre linhas,
Um pouco na política,
Outro tanto na desilusão,

E nada se encaixa,
O silêncio impera,
A inspiração perdida…

Por onde anda,
Momentos de saudade,
Dias de alegria,

Não sei,
Portas se fecham,
Luzes se apagam,

Essa realidade,
Descontente com a ilusão,
E ferida da convivência.

E ainda irá perguntar,
Por onde anda o tão imenso,
Amor….

Anúncios